Bela Tarde

Bela Tarde

Pelas tardes azuis do Outono, irei pelas ruas,

Guarnecidas pelo trigal,
pisando a erva miúda:

Sonhador, sentirei a
frescura em meus pés.
Deixarei o vento banhar
minha cabeça.
Não falarei mais, não
pensarei mais:
Mas um amor infinito me
invadirá a alma.

E irei longe, bem longe..

Anúncios

Uma opinião sobre “Bela Tarde”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s