Da Poesia, Da Flor e Do Pólen..

Se acaso soubesses o quanto nas preces
eu peço por ti,
irias partir de encontro a meus braços
e em gracejos e amasso me desarmarias…

Se acaso me desses o doce replay
de ter-te comigo,
serias abrigo ao peito que inflama
na incontida chama de ser bem mais teu…

És tema secreto em toda a poesia
que faço com afeto e só para ti.
És tema concreto nas noites que sonho
nas rimas que faço quando te componho…

Se acaso pudesses supor quanto quero
ser teu no teu peito,
qual flor, te abririas e me abrigarias
tendo-me em teu pólen com qual me amarias…

colheita

Anúncios

Uma opinião sobre “Da Poesia, Da Flor e Do Pólen..”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s