GENDERLESS – MODA SEM GÊNERO – MAIS QUE UMA QUESTÃO DE ESTILO

genderless-moda-sem-genero-muito-mais-que-uma-questao-de-estilo-7

Logo no início de 2016 fomos surpreendidos pelo editorial da Louis Vuitton que trouxe Jaden Smith usando roupas até então direcionadas ao público feminino. Até então? Sim, afinal, depois deste editorial, discussões vieram à tona sobre o que é produzir roupas pensando em pessoas e como elas podem se expressar através do que vestem, e não apenas em gêneros feminino e masculino. Surge a discussão diante do termo genderless!

genderless-moda-sem-genero-muito-mais-que-uma-questao-de-estilo-3

Campanha Louis Vuitton SS16 com Jaden Smith

Genderless, sem gênero, agênero, agender, plurissex, ou unissex são os termos que vem crescendo desde então quando o assunto é moda.

Mas o que seria essa moda genderless – sem gênero – direcionada a homens e mulheres em igualdade?

Bom, a moda unissex não surgiu em 2016 como algumas pessoas podem estar pensando, na verdade ela vem desde os anos 20, quando, Coco Chanel começou a pinçar idéias no guarda roupa masculino para vestir as mulheres de maneira mais confortável, criando na época ícones como a calça pantalona e a camisa bretão, peças inspiradas no uniforme da marinha francesa. E desde então o guarda roupa feminino vem flertando com o masculino. Exemplo disso são a calça boyfriend, o oxford, e o mocassim, sempre encontrado e utilizado com muita frequência pelas mulheres, tornando o fato de uma mulher usar roupas mais masculinas algo comum aos olhos e considerado estiloso por muitos.

genderless-moda-sem-genero-muito-mais-que-uma-questao-de-estilo4.jpg

À exemplo de Chanel, outros nomes como Yves Saint Laurent, Emilio Pucci, Giorgio Armani, e Ralph Lauren continuaram este flerte entre os guarda roupas feminino e masculino em seus desfiles.

Mas, isso ainda não é exatamente a moda genderless – sem gênero – afinal, a moda para o público masculino raramente tem esse flerte com o guarda roupa feminino.

Exemplificando, uma mulher pode facilmente se apoderar de peças masculinas e ficar bem vestida, seja com uma peça inspirada no traje masculino, ou algo realmente retirado da seção masculina de uma loja, como uma t-shirt por exemplo.

Mas, um homem usando peças consideradas femininas causa certa estranheza em alguns, e ainda temos o fato de que essas peças não possuem uma versão pensada para vestir o corpo masculino. Sendo assim, ao invéz de bem vestido, o homem fica parecendo estar usando a roupa de uma amiga, por vezes até menor do que ele.

A roupa genderless –  sem gênero – é uma roupa produzida para qualquer corpo, capaz de deixar ambos os sexos bem vestidos, independente de ser mulher ou homem. Seja essa roupa uma saia, uma calça, colorida ou em tons neutros, ela deve se encaixar perfeitamente ao corpo de quem queira usa-la, deixando assim aquela pessoa livre para se expressar através daquilo que quer vestir, se sentindo bem vestida e com estilo.

E é isto que a Geração Z, os jovens de 12 a 19 anos, estão solicitando: o direito de vestir o que quiser e se sentir bem. De acordo com isso, estamos começando a ver algumas marcas trazerem uma moda que deixou de ser um simples flerte, para ser real. Um exemplo disso foi a inglesa Selfridges que trouxe no ano de 2016 uma loja recheada de grandes marcas sem a divisão de gênero.

Seguindo esta linha tivemos o desfile de inverno masculino da Gucci que usou homens e mulheres com as mesmas peças de forma a não deixar perceber quem era quem. Nessa mesma semana de moda, outros grandes nomes como Armani e Prada fizeram o mesmo. Aliás, na temporada de verão 2015, Miuccia Prada chegou a dizer ao Style.com que “cada vez mais parece ser instintivamente correto traduzir a mesma ideia para ambos os sexos”. Outros jovens estilistas americanos, como os da 1.61, Telfar e 69 Worldwide vem se juntando a causa e apresentando roupas que vestem bem ambos os sexos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s