Arquivo da tag: moda

Militar fashion

camuflagem

O militarismo é uma das tendências que sempre aparecem no inverno. Então para dar aquela inspirada,  separei várias fotos de looks e peças masculinas do universo militar:

calca-militar-look-masculino

Inspiração- Verde oliva(militar) (1)

jack-greystone-camuflagem

jaqueta-verde-militar

camuflagem

camuflagem

jaqueta-camuflada-moda-masculina

jaqueta-militar-masculina

camiseta-militar

bomber-camuflada-masculina

mochila-militar

nike-militar

casaco-militar

jaqueta-couro-ombreiras

camiseta-camuflada

jaqueta-militar-homem

fashion-militar-moda

Você curte a tendência militar? Me conte!!!

Melissa mergulha na moda sem gênero e lança Clássico Brogue Unisex

imagem-destacada-2-1200x800_c

A Melissa pegou o gosto pela moda genderless e continua forte com seus lançamentos, depois de nos apresentar a Melissa Free na semana passada, agora o calçado da vez é o clássico brogue que vem para complementar sua linha sem gênero. A Melissa Classic Brogue é a grande aposta da marca 100% plástico para o Inverno 2017, onde traz a modernidade de seu design característico e a elegância do sapato tradicional, famoso por suas perfurações no cabedal. Com bico alongado, zig-zag em relevo na sola e cadarço esportivo, o calçado chega em cartela de cores que vai dos tons neutros até versões bicolores super fresh.

melissa-classic-brogue-r170-321820100301-copiamelissa-classic-brogue-r170-321825149601-copiamelissa-classic-brogue-r170-321825149605-copiamelissa-classic-brogue-r170-321825297401-copia

A Melissa Classic Brogue chega ao e-commerce da marca, Galeria Melissa e a Clubes Melissa de todo Brasil neste mês pelo valor de R$170.

GENDERLESS – MODA SEM GÊNERO – MAIS QUE UMA QUESTÃO DE ESTILO

genderless-moda-sem-genero-muito-mais-que-uma-questao-de-estilo-7

Logo no início de 2016 fomos surpreendidos pelo editorial da Louis Vuitton que trouxe Jaden Smith usando roupas até então direcionadas ao público feminino. Até então? Sim, afinal, depois deste editorial, discussões vieram à tona sobre o que é produzir roupas pensando em pessoas e como elas podem se expressar através do que vestem, e não apenas em gêneros feminino e masculino. Surge a discussão diante do termo genderless!

genderless-moda-sem-genero-muito-mais-que-uma-questao-de-estilo-3

Campanha Louis Vuitton SS16 com Jaden Smith

Genderless, sem gênero, agênero, agender, plurissex, ou unissex são os termos que vem crescendo desde então quando o assunto é moda.

Mas o que seria essa moda genderless – sem gênero – direcionada a homens e mulheres em igualdade?

Bom, a moda unissex não surgiu em 2016 como algumas pessoas podem estar pensando, na verdade ela vem desde os anos 20, quando, Coco Chanel começou a pinçar idéias no guarda roupa masculino para vestir as mulheres de maneira mais confortável, criando na época ícones como a calça pantalona e a camisa bretão, peças inspiradas no uniforme da marinha francesa. E desde então o guarda roupa feminino vem flertando com o masculino. Exemplo disso são a calça boyfriend, o oxford, e o mocassim, sempre encontrado e utilizado com muita frequência pelas mulheres, tornando o fato de uma mulher usar roupas mais masculinas algo comum aos olhos e considerado estiloso por muitos.

genderless-moda-sem-genero-muito-mais-que-uma-questao-de-estilo4.jpg

À exemplo de Chanel, outros nomes como Yves Saint Laurent, Emilio Pucci, Giorgio Armani, e Ralph Lauren continuaram este flerte entre os guarda roupas feminino e masculino em seus desfiles.

Mas, isso ainda não é exatamente a moda genderless – sem gênero – afinal, a moda para o público masculino raramente tem esse flerte com o guarda roupa feminino.

Exemplificando, uma mulher pode facilmente se apoderar de peças masculinas e ficar bem vestida, seja com uma peça inspirada no traje masculino, ou algo realmente retirado da seção masculina de uma loja, como uma t-shirt por exemplo.

Mas, um homem usando peças consideradas femininas causa certa estranheza em alguns, e ainda temos o fato de que essas peças não possuem uma versão pensada para vestir o corpo masculino. Sendo assim, ao invéz de bem vestido, o homem fica parecendo estar usando a roupa de uma amiga, por vezes até menor do que ele.

A roupa genderless –  sem gênero – é uma roupa produzida para qualquer corpo, capaz de deixar ambos os sexos bem vestidos, independente de ser mulher ou homem. Seja essa roupa uma saia, uma calça, colorida ou em tons neutros, ela deve se encaixar perfeitamente ao corpo de quem queira usa-la, deixando assim aquela pessoa livre para se expressar através daquilo que quer vestir, se sentindo bem vestida e com estilo.

E é isto que a Geração Z, os jovens de 12 a 19 anos, estão solicitando: o direito de vestir o que quiser e se sentir bem. De acordo com isso, estamos começando a ver algumas marcas trazerem uma moda que deixou de ser um simples flerte, para ser real. Um exemplo disso foi a inglesa Selfridges que trouxe no ano de 2016 uma loja recheada de grandes marcas sem a divisão de gênero.

Seguindo esta linha tivemos o desfile de inverno masculino da Gucci que usou homens e mulheres com as mesmas peças de forma a não deixar perceber quem era quem. Nessa mesma semana de moda, outros grandes nomes como Armani e Prada fizeram o mesmo. Aliás, na temporada de verão 2015, Miuccia Prada chegou a dizer ao Style.com que “cada vez mais parece ser instintivamente correto traduzir a mesma ideia para ambos os sexos”. Outros jovens estilistas americanos, como os da 1.61, Telfar e 69 Worldwide vem se juntando a causa e apresentando roupas que vestem bem ambos os sexos.

Calças chino são as queridinhas do verão

calcas-chino-masculinas

As calças chino são as queridinhas do verão e são uma boa alternativa – e mais sofisticada – que o jeans. E por falar em jeans, já viu o nosso post sobre Como usar camisa jeans com calça chino?

O modelo caiu nas graças do homem moderno e se tornou peça-chave no guarda-roupa masculino pela versatilidade.

Use calças chino, basicamente, com camisetas básicas (estampadas ou não) e tênis nos pés.

Calças chino: aposte em cores vivas para o verão

chinos-coloridas

Dias ensolarado são a oportunidade ideal para investir em produções com cores vivas, portanto, tenha ousadia na escolha de cores das peça. Isso inclui também as Calças Chinos.

A verdade é que esse modelo de calça se popularizou na moda masculina há algum tempo e desde então é item indispensável no closet dos homens.

Além do look casual, as calças chino caem muito bem em looks com blazer e outras peças de alfaiataria.

Do que são feitas as calças Chino?

As calças chino nada são confeccionadas em algodão – tecido que garante leveza e conforto na hora de se vestir. O formato é parecido com as calças de alfaiataria.

As cores mais populares são o cáqui (e os marrons, de forma geral), o marinho e até as estampadas. E nesse verão, claro, a cartela de cores se amplia e as mais vivas são bem vindas, principalmente para os homens que não têm medo de ousar.

Calças chino com alfaiataria

calca-chino-com-blazer

Aposte em blazers de linho ou modelos desestruturados e quebre a formalidade. Invista em combinações com camisas mais casuais e descoladas, com micro estampas ou em cores inusitadas. Dobre a barra da calça e complete com acessórios que transmitam sua personalidade, como pulseiras, óculos e um bom relógio de pulso.

Qual sapato usar com calça chino?

calcas-chino-sapatos

Dobre a barra um pouco para a calça chino dar mais destaque para os calçados. Com este modelo de calça, vale tudo: sneakers descolados, tênis, mocassins, drivers e siders. Tudo sem meia, por favor!

Faça você mesmo: Camiseta Ombré

15965158_1372216919489037_6305938143471361084_n

Eu postei a foto dessa camiseta no instagram do @blogmysimplelife

e muitos seguidores ficaram interessados nela.

Na verdade você pode fazer uma camiseta com esse efeito degradê/ombré na sua casa, sabia? É só usar uma camiseta ou até uma camisa básica e seguir esse tutorial:

Materiais

  • 1 camiseta de algodão (de preferência branca)
  • Balde ou tigela grande
  • Corante para algodão na cor que você vai tingir
  • Fixador de corante ou sal

Como tingir

Coloque o corante para algodão na tigela e depois despeje água fervente.

corante-tingir

Você não precisa colocar tanta água, basta o necessário para poder imergir a peça.

agua-quente-corante

Adicione o fixador para corante ou sal. Sim, um pouco de sal de cozinha (cerca de 15g) ajuda a fixar o corante no algodão. ;)

Mexa bem até a água ficar completamente colorida. Depois disso, insira a primeira parte da camiseta ou camisa (começando pela barra).

PS: A camiseta ou camisa deve estar úmida (molhe ela, depois torça para deixá-la úmida).

corante-tingir-roupa

Deixe de molho por cerca de 3 minutos.

Afunde mais a peça (atingindo mais uma parte dela) e deixe de molho por mais 2m45… Continue repetindo esse processo até o ponto da peça que você quer que tenha esse efeito (vá diminuindo a contagem do tempo de molho).

tingindo-camiseta-ombre

Lembre-se que quanto mais tempo o tecido ficar em contato com o corante na água, mais colorida vai ficar a peça. Por isso é importante ir controlando o tempo de cada mergulho da peça.

fim-tingir

Quando tiver colorido toda a parte desejada, volte para a barra da camiseta e deixe de molho por mais alguns minutos (mesmo com a água já morna).

Pronto, agora é só deixar a peça esfriar e depois enxaguá-la para retirar o excesso de corante.

É possível fazer o efeito ombré com 2 cores também. Basta fazer o mesmo processo com um outro balde/tigela, usando o corante da outra cor que você quer mixar. Exemplo:

15965158_1372216919489037_6305938143471361084_ncamiseta-ombre-duas-cores

LOOKS PARA O ANO NOVO | 2017

Demorou, mas saiu! O tão esperado post com dicas de roupas para o Réveillon é sempre a maior pedida entre os leitores, afinal todo mundo (ou muita gente) quer receber o ano novo no capricho. Vem saber mais neste guia de estilo masculino de final de ano!
O Greenery (um verde de tom amarelado) é a cor de 2017 segundo a Pantone, porém, não aparece como uma opção moderna neste réveillon – o tradicional branco continua dominando -, mas claro, há sempre as novidades!
Antes de mais nada, qualquer que seja a tendência ou modelagem de roupa, vale primeiro fazer a indagação: “faz o meu estilo?”, “estou confortável?”, posteriormente ficará fácil a decisão.
A seguir selecionei algumas opções, tanto para o público do tradicional, quanto para aos mais ousados. A intenção do guia é ajudar ou até mesmo inspirar você na hora de escolher as peças. Vem comigo!
Ufa! Tentei resumir um pouco, fazendo um passeio do tradicional e o que é tendência. Espero que tenham curtido o post, e principalmente se inspirado. Qualquer dúvida, sugestão, estou à disposição nas redes sociais: Instagram @Guiile_ (logo teremos o do blog!) e Facebook: My Simple Life @MYsimplelife !
Que 2017 seja incrível para cada um de vocês e que tenhamos várias histórias boas e engraçadas para contar no próximo! Abraço!!!